SEO – O Que é Melhor: Palavras-Chave ou Tópicos?

Você com certeza já ouviu algumas ou todas essas afirmações: “Técnicas de SEO estão mortas”, “SEO continua relevante”, “Sua principal preocupação deve ser com palavras-chave” e assim por diante.

Essas afirmações são ditas e negadas por especialistas em SEO, e isso lhe coloca uma dúvida: Quem está certo? Como devo agir?

Uma vez que qualquer uma das pessoas que defendem um lado ou outro, costumam apresentar dados que sustentem suas alegações, pode-se afirmar que ninguém está certo. Assim como ninguém está errado. O problema começa quando a análise enxerga uma relação entre o posicionamento no motor de busca e algumas causalidades. Confundiu mais ainda? A pergunta sobre como posicionar seu site nos motores de busca permanece?

Com a atualização do algoritmo de busca do Google há alguns anos, o Hummingbird, a tarefa de posicionar bem seu site / blog deixou de ser apenas a seleção de algumas palavras-chave com bom tráfego e obtenção de alguns links, mesmo que estes não possuam autoridade alguma.

A partir dessa mudança, a forma como se trabalhava o SEO precisou mudar, uma vez que, a partir desse momento, o Google deixou de mostrar resultados baseados apenas no que era digitado e passou a SABER o que você está procurando. Sendo mais claro: Larry e Sergey compreendem o que você busca, mesmo que você não seja muito específico no que digita.

Podemos constatar isso ao fazer uma pesquisa e nos resultados, encontramos poucos ou até mesmo nenhum resultado contendo as palavras-chave inseridas na caixa de busca. Qual foi a prioridade: palavras-chave ou tópicos? A resposta é AMBOS.

O segredo para decifrar esses novos caminhos do SEO passa por entender o que o Google quer realmente. Ele continua com seu foco em ajudar o usuário a encontrar o que estava procurando, mas quer fazê-lo mais rápido. Com isso, ao criar um conteúdo, o principal esforço deve ser em criar algo que faça sentido para o usuário, sem deixar de lado a conexão desse conteúdo com tópicos de pesquisa através de palavras-chave, naturalmente bem inseridas no decorrer do texto.

Como uma das principais preocupações do Google hoje em dia é a experiência do usuário, colocar-se nessa posição pode ser uma boa maneira de pensar nisso. Então, ao desenvolver uma estratégia para criação de site / blog, tenha certeza que a forma como os assuntos que estão sendo abordados farão sentido no momento que usuário fizer a pesquisa. Não deixando de lado as palavras-chave, certificando-se de que as mesmas fazem parte do conteúdo, pois, em conjunto, contribuirão para uma boa indexação.

Além disso, não incorra no erro de condicionar suas palavras-chave aos tópicos e vice-versa. A definição dos termos deve seguir uma lógica que os conecta de forma mais natural possível.

Mesmo que em um primeiro momento pareça complicado, a realidade é que ficou mais fácil e justo. Foque em qualidade ao criar seus conteúdos e utilize palavras-chave que façam sentido dentro do texto. Não esqueça nunca: O conteúdo é rei.

Até a próxima!

 

Como sempre, contamos com vocês para aprimorar e melhorar nosso conteúdo. Se quiser contribuir com nosso artigo, basta informar nos comentários. 


Deixe uma resposta

*