Como montar uma loja virtual?

Se você teve a brilhante ideia de montar sua primeira loja virtual, parabéns! Além de ser um empreendedor vanguardista, você está multiplicando suas possibilidades de sucesso. Muitos comerciantes já se renderam às vantagens de comercializar seus produtos pela internet. A possibilidade de alcançar um público diversificado, sem limites geográficos, a qualquer hora do dia ou da noite, a garantia de pagamento seguro e a praticidade e a rapidez nas negociações são alguns dos motivos que levam muitos a optarem pelo e-commerce.

Porém, abrir uma loja virtual é um empreendimento que exige cuidados como qualquer outro, para ter sucesso é preciso planejamento e boas escolhas. Listamos aqui 5 dicas valiosas para você, que pretende adentrar esse ramo promissor.

1. Escolha seu nicho e planeje
O mercado e-commerce está repleto de grandes varejistas, que vendem uma infinidade de produtos e que contam com a credibilidade herdada de suas lojas físicas. Não há outra maneira de concorrer com essas grandes empresas, senão escolhendo um nicho de mercado e oferecendo a ele produtos diferenciados com preços competitivos. Além disso, é fundamental conhecer o comportamento de consumo do segmento escolhido, de forma a cativar o cliente e, obviamente, fidelizá-lo. Além disso, é preciso fazer um planejamento detalhado para o empreendimento, que inclua uma boa análise de mercado e concorrência, estratégia de vendas e pós-vendas, logística, critérios de precificação e divulgação e, claro, todos os aspectos técnicos envolvidos nessa empreitada. Ponha tudo no papel de forma clara e precisa antes de ir a campo.

2. Contrate uma plataforma eficiente e invista em um layout intuitivo
Uma boa forma de começar seu negócio é escolhendo uma plataforma adequada para criar e hospedar sua loja virtual. É possível contratar plataformas prontas de ótima qualidade, a um custo mensal acessível, que irão dar boas opções de layout e até mesmo a possibilidade de criação de um layout personalizado. Priorize plataformas que te ofereçam facilidade de gerenciamento back end, apoio de equipe de manutenção constante, possibilidade de escolha de um domínio personalizado e, claro, robustez suficiente para suportar o crescimento natural do seu negócio. Antes de optar por uma plataforma gratuita, analise o mercado e escolha uma empresa sólida, que tenha experiência no suporte de outras lojas de sucesso e que te ofereça a possibilidade de administrar seu negócio de forma simplificada, sem a exigência de conhecimentos técnicos avançados para isso.

Dê atenção especial na escolha do layout de sua loja. É fundamental que ele seja simples, limpo e intuitivo, para que seus clientes encontrem o que procuram de forma prática e rápida. Além disso, invista na apresentação dos seus produtos, categorize-os cuidadosamente, seguindo um padrão de palavras-chave, pois isso será fundamental para sua organização interna e para a otimização dos mecanismos de busca.

3. Precificação e formas de pagamento
Antes de definir o preço de cada produto faça um estudo considerando aspectos como custos, concorrência, possíveis danos que gerem trocas ou extravios, manutenção da loja e lucro pretendido. Lembre-se que para vender pela internet é preciso ter preços atrativos, já que muita gente ainda prefere se deslocar até uma loja física pra comprar. Então, certifique-se que seu preço cubra todos os custos, gere um lucro interessante e seja competitivo.

Também é fundamental ter uma plataforma que possibilite diversas formas de pagamento aos seus clientes. Além de parceria com as mais variadas bandeiras de cartão de crédito, é bom oferecer a opção de pagamento à vista, no débito, ou boleto. Ter um ambiente seguro para o pagamento também é primordial. E aqui, mais uma vez, entra a qualidade da plataforma escolhida. Procure uma que ofereça ao seu cliente um ambiente confiável e prático, onde ele possa se cadastrar rapidamente e pagar de forma simplificada, reduzindo as chances de abandono do carrinho. Selos de segurança na página também são boas pedidas. É importante que o procedimento de pagamento seja rápido, não incluindo muitos passos e abas, e fornecendo ao seu cliente todas as informações necessárias, como custos de frete e prazo de entrega. Atente-se a isso!

4. Tenha uma boa estratégia de Marketing Online
O simples fato de ter uma loja virtual funcionando, com ótimos produtos e bons preços não te garante sucesso de vendas. A concorrência é enorme e para se destacar é preciso divulgar! Uma boa estratégia de marketing online é o primeiro passo nesse sentido.

Use todas as ferramentas disponíveis para divulgar sua marca de forma eficiente. É possível gerenciar o envio de e-mail marketing e newsletter diretamente da sua plataforma. Com essa ferramenta, você pode divulgar produtos, oferecer conteúdo relevante, fazer promoções e, acima de tudo, estreitar os laços com seus clientes. Além disso, é fundamental estar presente nas redes sociais, interagindo com o público de forma mais direta e divulgando sua marca. Lembre-se de utilizar o potencial das redes de forma correta, alimentando seus perfis constantemente, respondendo a perguntas cordialmente, dando créditos à participação do público. As pessoas gostam de ser ouvidas e você pode aproveitar as dicas delas para melhorar seu negócio!

É importante acompanhar de perto os resultados de sua estratégia de marketing online! Dados como número de pessoas que foram convertidas de um e-mail marketing à sua página, tráfego no site e posicionamento da sua loja nos Mecanismos de Busca são fundamentais para levantar os resultados de suas ações de marketing! Certifique-se de que sua plataforma lhe dá acesso a esses dados antes de escolhê-la.

5. Logística e política de trocas
Uma das vantagens do e-commerce é a possibilidade de trabalhar com número reduzido de funcionários e com um setor administrativo mais simples. Porém, seu negócio depende absolutamente de uma logística eficiente para dar certo. Isso inclui um controle de estoque rigoroso e o cumprimento dos prazos de entrega. Caso você opte trabalhar com os Correios, deixe claro para seu cliente quais são os prazos de entrega e dê a ele a opção de contratar uma entrega rápida, com custos adicionais, como o Sedex. Além disso, procure anunciar produtos que realmente estejam em seu estoque e, no caso de roupas e sapatos, informe sempre as numerações e cores disponíveis. Inclua em sua rotina diária um tempo para conferir as embalagem dos produtos e o despacho.

Para que seu negócio seja realmente vantajoso é preciso que você ofereça ao público a possibilidade de trocas, da mesma forma que ele teria em uma loja física. Deixe bem claro aos seus clientes qual é a política de trocas de sua loja. Defina prazos e condições para trocas, além de possíveis variações de valores, caso seu cliente tenha adquirido uma peça promocional.

Conhecer as possibilidades para um e-commerce é essencial para oferecer bons serviços e lucrar. Siga essas dicas e boas vendas!

E pra quem ainda está em busca de como começar ou quer melhorar sua loja, nós temos alguns planos bem legais! Conheça aqui! 😉